Meu sobrinho e eu (relato de leitora)


Conteúdo para maiores de 18 anos.

Estávamos na praia (Eu, meu marido e minha filha), um sobrinho nosso por parte de meu marido e uma amiga da minha filha também estavam na casa conosco... Como durante a semana meu marido trabalhava, ele "subia" a serra, voltando para nossa casa.

 Teve uma semana, Segunda Feira para ser mais exata, que ao retornar mais cedo do que de costumes da casa de parentes após um jogo de baralho, escutei gemidos no quarto de minha filha. Fui pé ante pé até lá e pela fresta deixada na porta, vi meu sobrinho com seus 42 anos, penetrando a amiga da minha filha (imagino que a mesma idade dela) por trás, mas acho que na vagina, ela estava de joelho no chão e barriga encostada na cama e segurando na canela de minha filha, que estava sentada na cama, nua e se tocando.

 Fiquei paralisada, não sabia o que fazer. Resolvi então voltar para fora e entrar novamente, fazendo barulho... Ao fazer isso, ao chegar próximo ao quarto da minha filha, notei que a porta estava mais aberta e que as duas passavam-se por estarem dormindo. Fui ao meu quarto e fiquei pensando no ocorrido, até adormecer.


 No outro dia, não tinha como esquecer o que havia visto, mas eles não davam margens a desconfianças. Sabiam agir naturalmente. Fiquei a semana toda, mesmo sem flagrá-los novamente, olhando-os e vendo como se comportavam. Fim de semana com meu marido aqui, nem deu para eles fazerem algo, pois saiamos a família toda reunida.

 No Domingo, quando meu marido "subiu" a serra para trabalhar, como de costume, fui tomar banho depois que ele me ligou falando ter chego bem. Minha filha e a amiga estavam na casa de parentes, pois iriam sair com a turminha delas. De repente, ouvi um estouro no chuveiro e fumaça, gritei e
sai correndo assustada pelo curto circuito e parei perto da porta do banheiro. Vi o box todo esfumaçado e de imediato meu sobrinho vindo me socorrer, chegou e me flagrou totalmente nua e molhada. Prontamente passou por mim, esbarrando-se no meu, corpo, pegou uma toalha e veio me cobrir. Sem malicia nenhuma de ambas as partes, e estando assustada, fui de encontro a ele que me abraçou me cobrindo o corpo com a toalha. Abracei-me a ele por estar assustada e ele acalmava-me falando que não tinha passado de um susto. Disse que era para eu ir tomar banho no outro banheiro e que iria trocar meu chuveiro no outro dia.

 Fomos em direção ao outro banheiro, ele sempre me abraçando, mas sem malicia nenhuma. Até que me dei conta de que eu estava praticamente nua, com o homem que vi transando em minha casa e parei de caminhar. Ele estranhou e perguntou algo que não lembro, mas que devia ser em relação ao por que parei. Respondi sem pensar que o vi com as meninas. Ele me olhou e após alguns segundos, me perguntou por que eu não fiz nada sobre o acontecido. Fiquei sem saber o que responder e olhando-o, senti algo muito estranho. Uma excitação vinda repentinamente e deixei a toalha cair no chão. Ele me olhou o corpo todo, elogiou-me... E não me controlando, fui ao encontro dele e o beijei.


 Estava nua, beijando o homem que há uma semana atrás vi transando em minha casa. Sentia querer algo com ele e deixava-o acariciar meu corpo todo. Sentia suas mãos apalparem meu corpo todo, principalmente as partes intimas. Gemia e me contorcia toda sem parar de beijá-lo, parecia estar hipnotizada ou possuída, não sei... Só sei que não tinha vontade de parar com aquela loucura.

 Quando ele parou de me beijar a boca, passou a beijar e lamber meu pescoço, foi descendo pelos seios onde "mamou-os" por um tempo e continuou descendo, beijando e lambendo-me toda, até parar entre minhas pernas, pegar uma delas pela minha coxa e enquanto ia enfiando o rosto entre elas fez minha coxa ficar em seu ombro, me deixando totalmente a mercê da sua boca deliciosa em minha vagina.


 Eu gemia alto a essas alturas e nem ligava, deixava meu sobrinho beijar, lamber e chupar minha vagina. Com as pernas bambas e tendo um orgasmo, fui perdendo as forças e escorregando minhas costas pela parede, até me deitar no chão, onde ele abriu totalmente minhas pernas e não parava de me chupar. Tive um segundo orgasmo, já segurando em sua cabeça, para que não saísse do meio de minhas pernas, o que ele parecia nem querer mesmo. Quase desmaiei.

 Quando me dei conta, ele estava em pé, abaixando a bermuda. Com as poucas forças que tinha, fiquei ajoelhada e passei a sugar aquele lindo pênis. Beijava-o, chupava-o, retribuindo o prazer que ele havia me dado com a boca dele. Ele então passou a fazer movimentos de quem estava transando com minha boca, parecia que minha boca era uma vagina e ele estava transando com ela. Adorei. Ele parou pedindo para eu ficar de 4 e fiquei, perguntando se ele transaria comigo como ele fez com a amiga da minha filha. Ele me respondeu que sim e que também me queria o anus. Respondi que não fazia muito anal, mas ele se fez nem escutar me penetrando a vagina de uma só vez.


 Me senti uma vadia, transando com meu sobrinho, no corredor de meu apartamento da praia. E quando achei que a culpa iria cair em minha consciência, o senti retirar de minha vagina e colocar seu pênis na entrada de meu anus. Fui a loucura, pois eu o queria, pedindo para ele me fazer a titia dele, eu mesma abria minhas nádegas com as mãos, oferecendo-me para ele. Ao me ver daquela maneira, me chamou de vadia e dizendo que eu teria de dar sempre para ele, foi metendo dentro de mim, agora no anus.


 Ao sentir ele todo dentro de mim, bombando forte, tive meu terceiro e delicioso orgasmo, falando que sempre que ele me quisesse, era só me procurar. Senti-o ter o orgasmo dele dentro de mim.

 Ao retirar de dentro de mim, nos abraçamos e nos beijamos. Foi então que ele disse para eu ir tomar meu banho que ele iria tomar no banheiro dos fundos, e completou falando que me queria mais vezes, que não era para eu me arrepender. Sorri e disse que não tinha como me arrepender.
 Esse é um relato da leitora Clarice MH, ela me enviou por e-mail, clique aqui e envie você também seu conto ou relato, beijos.

30 comentários:

  1. Nossa nunca imaginei que isso existia mesmo pensei que era coisa de filmes. Relacionamento entre primos sabemos que existe mas entre tia e sobrinho. Estou esperando o proximo relato dela se a curiosidade nao me matar antes rsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é Anônimo isso é mais comum do que se imagina, espero também que ela mande novos relatos rsrsrsrs, obrigada pela sua visita bjs

      Excluir
  2. Uma pena as pessoas entrarem em um site / blog digno desse e ficarem anonimas. Ao meu ver, uma pessoa que se esconde, é por que tem MUITA culpa. lol

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu fiquei abismado, mas ao mesmo tempo excitado com seu relato, gostei mesmo, tenho a seguinte opinião no amor e no tesão vale tudo, e se vc esta satisfeita é isso que vale, independente da opnião alheia.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou Ricardo, concordo com você o que importa é a pessoa ser feliz e ficar satisfeita, obrigada pela visita

      Excluir
  4. Gente, isso é um conto. Isso não aconteceu. E um belo conto. Perto das porcarias que a gente vê na internet, esse aqui é nota 10. Se fosse verdade, por que ela se chamou de vadia? Todo cabra que escreve esses contos "eróticos" chama a mulher de vadia. Agora, toda mulher que faz sexo é vadia. O homem, então, é vadio e vagabundo. A humanidade toda é vadia, portanto.
    Termos que se repente pela falta de criatividade e leitura. Agora, coitado do marido. Foi trabalhar subindo a serra e a mulher traidora subindo em outro. Depois, os homens que não prestam. Eu acho até que foi um homem quem escreveu, Mas, um belo conto, digno de 10. Obs.: nada a ver colocar a filha, deixava só o "sobrinho" (42 anos, é? Você deve ter uns 90, rsrs) e a amiga sozinhos. Belas ilustrações.

    Raimujdo Calcada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá obrigada pelo comentário, o relato foi me enviado por uma leitora como sendo real, obrigada pela nota

      Excluir
  5. Apresentação
    Carlos um homem bem adiante do meu tempo.

    Três amigos Carlos, Marta, Fabiano que curtem sexo, não desejamos expor nossa imagem em casas de swing, clubes ect, porque não expor nossa imagem, como tantos fazem um dos motivos digamos que pertencemos a um seguimento religioso e desta forma com dogmas a ser seguidos. Penso que como nos algumas pessoas tem seus motivos e não podem se expor, adoram sexo desejam sexo todos os dias, mas não desejam expor sua imagem na rede ou em circuito fechado pois podem vazar para rede.
    Então resolvemos nos organizar dentro de uma irmandade, não inventamos nada apenas aprimoramos o que já existe, vejamos mesmo no século 21 temos sociedades fechadas.
    Por outro lado temos pessoas com relacionamento estável, Mulheres, noivas com namorados, casadas, Homens casados com aproximadamente entre 1 a 50 anos de relacionamento estável, uma família estruturada, mas que o parceiro (a) já não rende tanto como antes creio que você entendeu, estas pessoas desejam apenas sexo, e seu parceiro não aceita outra pessoa cito sexo a três, estes casais não desejam terminar seu relacionamento nem pensão em terminar, como resolver este dilema dentro de uma Irmandade.
    Solteiras e Solteiros são bem vindos, nosso filosofia de vida sexo com respeito, segurança, (sem o valor financeiro como moeda de troca) sexo sem pagamento, sexo por prazer e afinidade, sexo por amizade.
    Etnia são todas bem vindas, sua cor, seu porte físico, seus quilinhos a mais ou a menos, sua beleza física, não somos amigos de pessoas usando este critério, então não se preocupe para nos o mais importante e seu caráter, seja você travesti, mulheres bissexual, Passivos.
    Século 21 temos mulheres e homens que desejam sexo com segurança e ficam em duvida aonde buscar este prazer com total privacidade de sua imagem, dentro de uma Irmandade vocês vão ter.
    OBS, todos sem exceção são bem vindos a Irmandade seja bem vinda, seja bem vindo a Família.
    Primeiro contato por e-mail não coloque seu e-mail em nosso perfil, pois desta forma você se expõe, seu endereço virtual e todos ficam sabendo e passam a ter acesso a você. Tem duvidas pergunte franciscobsbdf@gmail.com
    Um abraço Carlos.
    Em prevê nosso site
    Perguntas francisco69bsbdf@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Ótimo conto, sou apaixonado por contos eróticos, principalmente os que (independente se escrito por homens ou mulheres) tenham como narrador uma mulher... Gostei mesmo! Leio algumas histórias boas como essa num blog chamado "Mundo dos Contos Femininos", é só escrever este título no google... Fica a dica, até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou Thiago e obrigada pela dica, temos mais contos aqui no blog de uma espiadinha bjs

      Excluir
  7. Olha,isso realmente existe e sou prova disso
    Hoje ja tenho 60 an0s,mas fui iniciado sexualmente entre 13 e 14 anos com uma tia de 27 e casada
    Sem traumas e com muito carinho
    Agradeço a ela que me ensinou como fazer uma mulher feliz na cama

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito do seu blog.
    Estou começando uma parte de contos eróticos no meu blog também, quem quiser conferir fique a vontade:
    http://milfloverbr.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, que bom que gostou do blog fico muito feliz, bjs

      Excluir
  9. Conto sensacional parece muito real convincente vc seleciona muito bem seus contos talentosa
    beijokas....
    "http://friendsfirstclass.com/"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, esse conto foi enviado por uma leitora, ela disse que tudo o que está escrito realmente acontece, beijos

      Excluir
  10. Vc ja recebeu relatos de casos envolvendo sogro e nora??Relação sexual ?

    ResponderExcluir
  11. oi Surfista, ainda não recebi esse tipo de relato, caso você tenha um e queira me enviar ficarei feliz :)

    ResponderExcluir
  12. Muito bom fiquei mega excitado rsrs

    ResponderExcluir
  13. Então eu contei pra minha tia que eu só Loko para fazer amor com ela porq ela anda na casa dos meus avós com pijaminha curto e vestido curto e eu disse para ela q eu sou homem tenho 21 anos que eu to 4 meses sem fazer sexo é que eu bato uma pensando nela no banheiro e to com medo dela contar pros meus avós diz para mim o que fazer sobre isso ��

    ResponderExcluir
  14. Eu fiz sexo essa noite com minha tia..Ela ficou quietinha com a bunda pra cima ..Só não quis anal,mas gozei mto dentro dela

    ResponderExcluir
  15. Você faria sexo com seu sobrinho se visse ele com a piroca dura na sua frente

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e seja bem vinda não esqueça de seguir o blog
Deixe seu comentário ou sugestões.
Tudo será lido com carinho e respondido :)
Não será aceito comentários ofensivos.
Não será aceito comentários anônimos